Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de março de 2017

Uma nota sobre as belas mulheres comentaristas conservadoras

Abigail Pereira Aranha

Tomi Lahren

O sucesso de uma garota como Tomi Lahren como jornalista conservadora tem dois grandes motivos:

1) A militância de esquerda faz tantas sandices, e elas chegaram à vida das pessoas comuns, que até uma ninfeta de 24 anos bem falante pode falar mal do esquerdismo e do Feminismo superficialmente e ser levada a sério inclusive por pessoas inteligentes.

2) Quantos homens conservadores se imaginam comendo a Tomi Lahren e não admitem isso nem para si mesmos?

Ann CoulterRachel Sheherazade

Joice HasselmannCarla Zambelli

Ana Caroline CampagnoloThaís Azevedo

Bruna LuízaLuana Basto

Paula Marisa

Personalidades femininas conservadoras como Tomi Lahren, Ann Coulter e, no Brasil, Rachel Sheherazade, Joice Hasselmann, Carla Zambelli, Ana Caroline Campagnolo, Thaís Azevedo, Bruna Luíza e Luana Basto ganham atenção mais pela beleza (na visão dos rapazes) do que pelas ideias. Não porque elas sejam pouco inteligentes, mas porque o Conservadorismo é pouco convidativo intelectualmente, principalmente na moral sexual. Um sinal disso é que, no Brasil, temos a vlogueira conservadora Paula Marisa, que não é menos inteligente e é até mais humorista que a maioria das vlogueiras conservadoras mais jovens, mas não tem tanta popularidade porque não é muito formosa, e é provável que quase toda a audiência masculina dela já é mais evoluída no ódio ao próprio corpo.

Mas a Abigail usa um desenho dela própria seminua como imagem de apresentação nos blogues e nas redes sociais. Sim, e eu sei que alguns dos meus leitores e amigos de redes sociais têm a fantasia de socar o pau no meio dos meus seios exagerados e da minha bunda exagerada, e ejacular na minha boca não tão exagerada. Alguns já me disseram isso em mensagens privadas nas redes sociais. E eu admito, eu gosto disso e eu aproveito isso para minha divulgação pessoal. Mas se o primeiro contato desse leitor homem comigo foi me ver compartilhando pornografia ou observar a minha bonequinha sem vergonha, depois ele visitou o meu perfil e é testemunha de que eu tenho algo a dizer. E não raro, eu descubro que ele também tem algo a dizer. Se eu trocar o desenho que eu fiz para mostrar as minhas carnes por uma foto comportada, parar de compartilhar pornografia e não falar de prostituição, eu vou perder amigos nas redes sociais e leitores, sim, eu sei. Mas o motivo disso não é que o meu corpo tenha mais valor que as minhas ideias. É que a minha própria obra vai deixar de incluir a mensagem de que não apenas os homens não precisam ter vergonha de se imaginar enchendo a minha cara e a minha boca de esperma depois de me foderem, também é imoral e nada razoável exigir que eles tenham essa vergonha. E se eu também escrevo ou compartilho textos sobre política, Ativismo de Direitos Humanos dos Homens, carreira profissional ou Gramática, como um texto que eu traduzi este mês, também inclui a mensagem de que um homem não é menos inteligente, menos maduro ou menos habilitado a viver em sociedade só porque é fã da Karlee Grey ou imagina o próprio pau no meio da minha bunda enorme. E se eu não puder me encontrar pessoalmente com esses bons leitores, eu quero oferecer a eles à distância tanto de bom quanto eles me oferecem.

Parece legal para muitos homens conservadores maldizer o Socialismo, associá-lo a uma degeneração moral (numa fusão e confusão de princípios morais com sexualidade mal resolvida), e tudo isso vendo uma mulher exuberante no Youtube dizendo a eles o que eles gostam de ouvir ou gostariam de acreditar. É como aceitar um jogo masoquista com uma sedutora sádica (mesmo que não seja o caso de uma sedução aqui). A sorte dos direitistas e dos conservadores é que quem apresenta o pensamento do movimento feminista sobre sexo vai desde vadias que querem andar seminuas sem ser vistas sexualmente até ativistas contra o sexo hétero que são visões do Inferno, como Andrea Dworkin. Se a dita Revolução Sexual e as atrizes pornôs feministas pró-pornografia tivessem um espaço significativo na publicidade do Feminismo da década de 2010, as "babes" conservadoras não dariam nem pro começo.


Questo testo in italiano senza film e cartoni fumetti di dissolutezza in Men of Worth Newspaper: "Una nota sulle belle donne commentatrici conservatrici", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2017/03/una-nota-sulle-belle-donne-commentatrici-conservatrici.html.
Questo testo in italiano con film e cartoni fumetti di dissolutezza in Periódico de Los Hombres de Valía: "Una nota sulle belle donne commentatrici conservatrici", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/03/una-nota-sulle-belle-donne.html.
Ce texte en français sans films et dessins humoristiques de libertinage au Men of Worth Newspaper: "Une remarque sur les belles femmes commentatrices conservatrices", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2017/03/une-remarque-sur-les-belles-femmes-commentatrices-conservatrices.html.
Ce texte en français avec films et dessins humoristiques de libertinage au Periódico de Los Hombres de Valía: "Une remarque sur les belles femmes commentatrices conservatrices", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/03/une-remarque-sur-les-belles-femmes.html.
Eso texto en español sin películas y viñetas de putaría en Men of Worth Newspaper: "Una nota sobre las bellas mujeres comentaristas conservadoras", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2017/03/una-nota-sobre-las-bellas-mujeres-comentaristas-conservadoras.html.
Eso texto en español con películas y viñetas de putaría en Periódico de Los Hombres de Valía: "Una nota sobre las bellas mujeres comentaristas conservadoras", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/03/una-nota-sobre-las-bellas-mujeres.html.
This text in English without licentiousness movies and cartoons at Men of Worth Newspaper: "A note about the beautiful conservative female commentators", http://avezdoshomens2.over-blog.com/2017/03/a-note-about-the-beautiful-conservative-female-commentators.html.
This text in English with licentiousness movies and cartoons at Periódico de Los Hombres de Valía: "A note about the beautiful conservative female commentators", http://avezdoshomens2.blogspot.com/2017/03/a-note-about-beautiful-conservative.html.
Texto original em português sem filmes e cartuns de putaria no A Vez das Mulheres de Verdade: "Uma nota sobre as belas mulheres comentaristas conservadoras", http://avezdasmulheres.over-blog.com/2017/03/uma-nota-sobre-as-belas-mulheres-comentaristas-conservadoras.html.
Texto original em português com filmes e cartuns de putaria no A Vez dos Homens que Prestam: "Uma nota sobre as belas mulheres comentaristas conservadoras", http://avezdoshomens.blogspot.com/2017/03/uma-nota-sobre-as-belas-mulheres.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...